quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Música no HRSP: Alimento para a Alma

Há anos, durante o mês de dezembro, em que a população fica mais sensível, diante de uma data que mudou a vida há 2016 anos, mas hoje em dia, na maioria das vezes, o nascimento de Jesus representa o quê? Bens materiais, presentes e muito pouco daquilo que realmente essa data é comemorada. E o que fazer quando alguém está internado buscando outra solução? Restabelecer sua saúde? Não precisa dizer muita coisa, nesse período e em todos que vierem, refletir mais sobre o que fazemos ou viemos fazer neste mundo e até quando permaneceremos nele. 
Parabenizar a todos grupos de canto, que visitaram o Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê, entoando suas canções para levar um pouco de conforto a todos. Para muitos, são anjos que deixam sua mensagem Divina, e isso faz a diferença.
Abaixo, um pouco do que aconteceu nesses dias, com essas almas lindas, deixando sua mensagem a quem necessita, na certeza de que muita emoção chega ao coração de quem está acamado aguardando uma simples palavra ou gesto de carinho. Aos profissionais do HRSP, que se dedicam para ajudar da melhor forma possível, os votos de um Natal de Paz, Luz, Harmonia e que a Saúde se faça presente para que cada um possa continuar sua jornada nessa vida. 

Grupo de Espiritualidade promove momentos de reflexão e emoção com a presença de corais de Xanxerê e região no HRSP.
Fotos: Divulgação - HRSP
Durante este mês de dezembro, diversos grupos de Cantos, Corais e integrantes de igrejas e comunidades de Xanxerê e Faxinal dos Guedes, realizam visitas no Hospital Regional São Paulo. Os grupos passam pelos corredores das unidades de internação, recepção e emergência, levando momentos de alegria, reflexão e oração junto aos pacientes, acompanhantes e colaboradores.
Os membros do Grupo de Espiritualidade do HRSP, acolhem e acompanham cada grupo que chega ao Hospital. A Agente de Pastoral e Coordenadora do Grupo de Espiritualidade do HRSP, Simone Menegaz Pavi, observa a importância da participação da comunidade junto ao Hospital, levando a música, a alegria e esperança aos pacientes e colaboradores: “São momentos gratificantes para todos, pois sentimos o espirito do nascimento do menino Jesus florando em nossos corações. A participação dos grupos é de uma importância grandiosa para todos e, de modo especial, para nossos pacientes, que na grande maioria estão fragilizados pela doença e há vários dias hospitalizados, longe de casa e de seus familiares. As visitas destes grupos amenizam a dor, a angustia e a saudade. Podemos ver e sentir a emoção, refletida no olhar no sorriso e até naquela lagrima derramada. Em nome do grupo de espiritualidade e do HRSP, agradeço a cada um dos grupos que participaram deste momento, dedicando seu tempo com carinho e amor, na atitude de servir ao próximo”, conclui a Simone.
Pacientes e acompanhantes parabenizaram os grupos e o hospital pela iniciativa e disponibilidade. Alguns fizeram questão de deixar registrado seus depoimentos:
O paciente Vilmar Miguel Dobner, de Caçador, expressou: “A presença dos grupos de cantos, no momento que nos sentimos frágeis, é muito importante, pois trazem animação, levantam nosso astral, alimentam e aumentam nossa fé e nos fazem ver a importância de nos apegarmos em Deus”.
Já o paciente Marcos Alencar Tetter, do município de Romelândia, feliz com a visita das equipes, destacou: “Este momento fortalece a nossa fé e nos anima na confiança em Deus”.  
A acompanhante, Salete Speht do município de Tunápolis disse o seguinte: “No momento de dor e dificuldades, receber essas visitas, nos anima, emociona e dá forças”.  
Por fim, a paciente Rosalina Panzenhequen, de Mondai comentou: “Achei muito importante ver que nos dias de hoje existem pessoas dispostas a louvar a Deus e levar alegria ao próximo. Me emocionei parabenizo a todos do HRSP e aos grupos”     
Para Lenoir Sheibel, representante dos grupos “Celebrando em nome do Senhor” e do grupo da capela “Cristo Rei” de Faxinal do Irani, ressalta: “Percebi uma alegria muito grande por parte dos pacientes, e ainda maior da nossa parte por podermos levar a eles o anuncio da chegada de Cristo, nesse momento de suas vidas fragilizadas pela doença. Agradecemos a oportunidade que nos foi dada pelo Hospital”.
Para a Diretora geral do Hospital, Ir. Neusa L. Luiz, o Natal é momento de maior sensibilidade e de apelo à solidariedade para com os que sofrem, por isso a visita dessas equipes é de fundamental importância: “O período de advento e Natal é muito lindo e nos despertam sentimentos de alegria, amor e compaixão. Ficamos mais sensíveis, principalmente quando a doença aparece e leva à internação hospitalar. Muitos pacientes se encontram física e emocionalmente fragilizados. Nossas equipes de espiritualidade e humanização, têm buscado fazer com que este momento de internação seja o menos traumático possível, por isso, com ajuda da comunidade buscam proporcionar momentos de descontração, oração, reflexão, alegria e esperança. Em nome da direção agradeço e parabenizo as equipes do HRSP, pela coordenação deste trabalho e aos 17 grupos e corais que marcaram presença nestes dias, bem como, todas as equipes dos mais diversos projetos que semanalmente marcam presença em nosso hospital. Muitas bênçãos e desejos de Feliz Natal a todos”, finaliza a diretora.
A visita dos grupos de cantos e corais no Hospital Regional São Paulo, é uma pratica que existe há aproximadamente dez anos. As atividades neste ano, iniciaram 30/11 e se estende até esta semana do Natal.