sexta-feira, 23 de março de 2012

Calendário Maia anuncia que está chegando a hora



Segredos Maia serão revelados 

em documentário sobre 2012

  A missão está nas mãos do produtor Raul Julia-Levy, filho do ator Raul Julia que está juntando material liberado pelo Governo Mexicano e principalmente com lideranças Maia que são as únicas que realmente podem decifrar os códigos deixados pelos antepassados sobre o fim do seu calendário em 21 de dezembro de 2012.
Com o título em inglês: “Revelations of the Mayans 2012 and Beyond ” o mundo terá conhecimento possivelmente entre setembro e outubro deste ano dessas informações. Julia revela que o que se fala sobre o fim do mundo não tem sentido algum, mas sim muita dor deve vir a partir de 2013. São informações protegidas por mais de 80 anos e são chocantes.
O fim do calendário Maia tem gerado várias especulações e até agora nada de concreto foi revelado. O produtor Raul Julia antecipa que pesquisadores descobriram quartos no interior de uma pirâmide, que nunca foram vistos ou explorado antes e hoje conta com o apoio do presidente mexicano Felipe Calderón para que a humanidade entenda a série de eventos vindouros e conseqüências a todos nós.
Chega ao fim um ciclo de 5.126 anos e redefine outro e não tem relação alguma com o prenuncio de um cataclismo mundial nesta data, mas sim revelações do contato de extraterrestres com os maias e informações secretas antes nunca citadas em local algum. Apenas algumas informações estão sendo disponibilizadas agora pelo acordo entre o governo do México e os produtores do documentário e tudo sairá a seu tempo, afirmou Raul Julia.


Maias e os extraterrestres
O documentário deve abordar também as evidências de contatos extraterrestres com a cultura antiga através de códigos, artefatos e documentos com as mensagens traduzidas. As informações serão confirmadas pelos arqueólogos, aqueles abnegados que querem levar a verdade. Segundo Julia, os maias tinham intenção de elevar o planeta tecnicamente há milhares de anos, mas por uma invasão de “homens com intenções sombrias” tiveram que fugir deixando essas evidências para trás.
Prossegue dizendo que espera que a população possa levar a sério essas mensagens, pois são cruciais para a sobrevivência humana e a cooperação mexicana é fundamental para a realização do projeto que visa através da análise dos artefatos e agora também da participação do governo da Guatemala unindo-se ao trabalho de pesquisa para que as profecias possam ser reveladas.
Guatemala e México estão unidos, pois a antiga civilização maia está localizada em seus territórios.


A Raça Maia
O produtor Raul Julia-Levy destaca que a raça maia foi criada por sobreviventes do dilúvio universal. Quando chegaram à península disseram em sua própria língua: “Nós viemos de uma terra que existiu”, não era Atlântida, o local de onde viemos ainda está escondido, mas um dia será encontrado, um cenário fantástico e inexistente que nossos sentidos só chegam a imaginar. O que cremos saber é só um lampejo do que está oculto e por trás de um insondável véu que a razão se esforça por rasgar.
Esse trabalho quer deixar claro o que até hoje é só suspeita e segundo ele esse trabalho de mais de 10 anos, as revelações geram oposições em vários pontos do mundo.  Há pessoas que não querem que se fale sobre o assunto porque não querem que se tragam essas informações à luz.


As revelações
Não haverá o fim do mundo, isso é mentira, é totalmente falso. Os documentos apontam uma era muito difícil para o ser humano, chamada a “Era da Morte” porque é só olhar para o lado e ver que estamos destruindo tudo ao nosso redor. Até hoje um investigador diz uma coisa e outro aponta outra e as revelações serão apresentadas definitivamente pelo alto comando do conselho maia que são os únicos que podem decifrar esses códigos, junto com o governo que tem alguma informação, realizando esse trabalho conjunto.
Fala-se também em evidências de lugares remotos na selva aonde até hoje ninguém chegou de que podem existir pistas de mais de 3.000 anos para aterrissagem de naves espaciais.
Até os dias atuais ninguém havia tido a participação do alto comando do conselho maia para decifrar esses códigos e neste momento fazem parte dessa grande tarefa para informar a humanidade da realidade e não do modo irresponsável feito até hoje, observa o produtor.
Há arqueólogos totalmente respeitáveis mas outros que quando as evidências não vão pelo caminho oficial que a história determina forçam a barra.


Hora de a humanidade abrir os olhos
Segundo Julia, o que se quer com esse trabalho é abrir os olhos da humanidade, pois os tempos já mudaram com o fim desse ciclo de mais de cinco mil anos e o início de outro, infelizmente esse que inicia é destrutivo para a humanidade em risco de extinção quase total entre três ou quatro partes da humanidade.
Os códigos dos maias apontam para visões de que se vê gente correndo por todos os lados caindo mortos no passo que vão. Dizem que ficarão confinados no “ar da morte”, caindo mortos, vitimados por uma guerra nuclear.
Obviamente a era que se inicia é para que as pessoas sejam informadas e não controladas, o mundo pede isso, sobretudo os jovens que hoje são a maioria e serão os responsáveis de levar o mundo no rumo correto, relata Julia.
Por isso: somos parte dessa grande mudança e temos que lutar em conjunto porque estamos numa derrocada total. Infelizmente essa é a verdade e nos dá muita tristeza em dizê-lo.
Concluindo essa informação o produtor disse que temos que abrir os olhos e ver o que está se passando ao redor do mundo e em 2013 deve haver muita tristeza e morte na Terra, não sei o que haverá. Falam também de algumas datas muito tristes em 2013 e tudo está nesses códigos numa linguagem muito complexa, uma linguagem extraterrestre é algo que não tem nada a ver com o ser humano, mas isso é o que me foi revelado pelo alto comando do Conselho Maia, do México.

Profecias Maia indicam que nesse momento crucial, de mudanças planetária a humanidade ainda não sabe nada da verdadeira natureza do tempo.
O tempo não é um relógio! O tempo é a freqüência de sincronização universal pela qual se
harmonizam todos os ciclos cósmicos. Porque vocês não compreendem este entendimento
verdadeiro do tempo, perdem-se no materialismo, destroem o vosso meio ambiente e afogam-se
na guerra e no terrorismo! Voltem a viver segundo os ciclos harmoniosos da natureza cósmica
e podem salvar-se!! Se não, será o vosso fim e talvez mesmo do vosso planeta!
A partir do sábado 22 de dezembro de 2012, todas as relações serão baseadas na tolerância e
na flexibilidade, porque o homem sentirá os outros seres como parte de si mesmos. O respeito
será o elemento fundamental da cultura, transformará o individuo e a comunidade e dará a
humanidade à oportunidade de expandir-se pela galáxia.
As manifestações artísticas, as ocupações estéticas e as atividades recreativas comunitárias
ocuparão a mente do ser humano.

É UM A PENA QUE OS FILMES FORAM ROUBADOS


------------------------------------------
-------------------------