quarta-feira, 25 de julho de 2012

Groenlândia: 97% da camada de gelo desapareceu em quatro dias



Evento sem precedentes



Camada de gelo na Groenlândia derreteu em 96 horas



Satélites captam imagens de grande degelo na Groenlândia

Cerca de 97% da superfície da camada de gelo que cobre a Groenlândia derreteu este mês, o degelo maior de que há registo nos 30 anos de observações de satélite da ilha, alerta a NASA.
A conclusão dos cientistas baseia-se em imagens captadas por três satélites diferentes, segundo as quais o degelo foi particularmente rápido entre os dias 8 e 12 de julho.
Num comunicado divulgado no site da NASA na terça-feira, os cientistas admitem que a diferença entre as imagens do dia 8 e do dia 12 era tão grande que pensaram haver algum erro.
«Era tão extraordinário que no início questionei o resultado: era mesmo real ou devia-se a um erro dos dados?», diz Son Nghiem, do laboratório de propulsão a jato da NASA em Pasadena.
Os investigadores afirmam que, num verão normal, cerca de metade da superfície da camada de gelo da Gronelândia derrete e, enquanto nos pontos mais elevados a água volta rapidamente a congelar, perto da costa alguma da água é retida pelo gelo e o resto perde-se no oceano.