quarta-feira, 18 de julho de 2012

Mundo subterrâneo - Mount Shasta - Mais gelado a cada ano


Mundo intraterreno 



Mount Shasta está coberto por uma névoa permanente
Para quem conheceu o abduzido Antônio Nelso Tasca, acredito que em momentos fica pensando também além da própria história vivida por ele dentro da nave, também para onde foi levado pelos 'Seres de Agalí'. 
Observe as nuvens. Foto tirada dia 05 de julho 2012,
em Xanxerê
Como o próprio Tasca comentou, lhe foi informado que estariam 180 metros abaixo do nível do mar, mas, ele não teve a oportunidade - pela própria situação - passando por aquele instante, horas de intensa emoção numa experiência completamente diferente do dia-a-dia diante de um contato alienígena, não lhe foi informado o local geográfico de onde estaria localizado o 'Mundo de Agalí'. 
Sim. Um local aqui, no Planeta Terra, em algum ponto do oceano Atlântico, Índico, Pacífico (?)... Tasca não soube informar. Uma dúvida que ele não soube responder.
Então, como não pensar sobre o assunto, quem sabe um dia possa ser mostrado por 'Eles' onde fica 'Agalí'.
Mas vamos a outros locais no Planeta Terra, que é hoje o 'Nosso Lar', 'Nossa Casa'...
Você pensa nisso ou vive para acumular bens materiais e dizer que algo aqui é seu?
Até o próprio mistério da vida humana, aquela interrogação pertinente: de onde viemos, para onde vamos, o que tenho que fazer, etc..., e saber que não temos mesmo o próprio controle dessa experiência que é a vida, um Criador, ou Creador que conhecemos por Deus, e a própria questão; Quem criou o Criador? Quem, como, quando, onde está Ele?


Você já parou para refletir sobre isso? De onde viemos e para onde vamos?
Nada com a morte do corpo físico, a dúvida sobre a existência desse universo mesmo.


Tem dias que poderíamos parar e refletir sobre essa condição. Quem sou eu? O que estou fazendo? Sou proprietário de algo? Para onde levarei minhas propriedades?


Olha, e ficamos aqui entrando em conflitos pelo poder sabendo que o ser humano tem suas enormes limitações e são poucos que pensam sobre isso.


Aliás, já agradeceu pelo dia de hoje? Como você surgiu nesse mundo? Está bem com sua vida e com o que está fazendo?
Que artifícios tem usado para 'enganar' seu próximo e aumentar sua conta bancária?
Quem usou como trampolim para 'crescer' financeiramente?


São 'coisinhas' que se fala muito pouco, pois a luta é diária para ter e querer ser alguém que absolutamente - repito - não tem o controle da própria vida, de pensamentos e atitudes diante do semelhante... Não todos, mas a grande maioria.


Mas voltemos ao local citado por Tasca no seu livro ' Um Homem Marcado por Ets' - Editora UFO - o mundo de Agalí. Ao se referir ao local percebi nele a decepção por não ter perguntado a Cabalá, com que manteve o contato direto, onde seria esse 'mundo subterrâneo' onde estavam naquele 13 de dezembro de 1983.


Enfim... Vamos a um local identificado neste mundo nos dias atuais...





Mount Shasta, um mistério para ciência


Aquecimento Global provoca o inverso no Monte Shasta.
Camadas de gelo aumentam a cada ano




Mount Shasta está coberto por uma névoa permanente, que torna muito difícil sua observação por parte dos habitantes de Los Angeles. A história conta que um dia o local pôde ser observado com a abertura do espaço em torno da montanha pelo o astrofísico Dr. Larkin, trabalhador de Monte Lowe, e através de um laboratório, viu uma cúpula dourada e metálica como sendo uma grande construção que saía da montanha, e em seguida desapareceu misteriosamente.
Contam que em torno do local ocorrem fenômenos eletromagnéticos constantemente e as pessoas que caminham em suas encostas perdem-se misteriosamente entrando em lapsos de memória e tempo como se existisse uma força misteriosa sobrenatural atuando no local e que não é deste mundo.
Em 1931 houve um grande incêndio que misteriosamente se apagou formando uma curva perfeita na área central. Um nevoreiro intenso de formou no local e ninguém sabe como se apagou.
É ainda mais estranho do que o fato de que alpinistas encontraram seres vestidos de branco com uma fita no cabelo que desaparecem na presença de curiosos. Se tratam de seres altamente evoluídos, altos que ocasionalmente, vão para os estabelecimentos em Los Angeles. Um detalhe é queeles não pagam suas compras com dinheiro normal, mas com pepitas de ouro retiradas das entranhas da montanha.
Nesta montanha descobriram animais raros que não pertencem à fauna da Terra, muito menos os da região e encontraram uma nave alienígena sobrevoando a área e sobre o mar, com a possibilidade da existência de uma entrada subterrânea do oceano para esta cidade intraterrena.


Matéria traduzida com auxílio do 'amigo' google...
Aquele recadinho de um 'irmão estelar de Órion': 
Entre uma estrela e outra, somos todos irmãos'.


Matéria no Fantástico: http://www.youtube.com/watch?v=o5wGBIwkvlw

Fotos: http://www.kevinlahey.com/mt.html


O Monte Shasta (em inglês: Mount Shasta) é um monte localizado na Cordilheira das Cascatas, no estado norte-americano da Califórnia, com 4322 metros de altitude e 2994 de proeminência topográfica, o que o torna um pico ultraproeminente. É o segundo ponto mais alto da sua cordilheira e o mais alto da Califórnia fora da Sierra Nevada. Tem a particularidade de o seu topo estar mais de 3000 m acima da planície que o rodeia.
Segundo a mitologia dos povos locais as grandes geleiras da montanha são “as marcas dos pés de Deus quando um dia veio a Terra”. Para alguns ameríndios o local é habitado pelo espírito do chefe Skell que desceu dos céus até ao topo da montanha.

Geleiras aumentam de tamanho 
No Monte Shasta ocorre um estranho acontecimento: as geleiras, nos últimos 60 anos, quase que dobraram de tamanho e, tudo, isso por causa de uma coisa que deveria derretê-las: o aquecimento global. A maior das geleiras tinha pouco mais de 3000 metros de extensão. Hoje têm 900 metros a mais, e crescem 15 metros por ano. Isso se deve ao aumento de 30% das nevascas no lugar.
Fonte: Wikipédia