sexta-feira, 2 de agosto de 2013

EM XANXERÊ: VOCÊ ACREDITA EM ET'S?


Pesquisa inédita da Méritus revela que quatro mil xanxerenses acreditam em Et’s

Matéria de Joimara S. Camilotti - Folha Regional


A pesquisa foi idealizada pelo Instituto Méritus em a pedido do ufólogo Ivo Hugo Döhl a fim de ter parâmetros e dados científicos sobre o tema que tem gerado muitas especulações, principalmente com o advento dos agroglifos em Ipuaçu, desde 2008.

Para a coleta de dados, o diretor do Instituto Celito Pandolfi firmou parceria com a Bistrô, Lanches e Almoços, que patrocinou a pesquisa no centro e bairros de Xanxerê onde foram entrevistadas 451 pessoas maiores de 16 anos.

Os números foram colhidos com base representativa da população da área em estudo, elaborada em função das variáveis como: sexo, idade, grau de instrução e renda, religião, estado civil e profissão, realizada entre os dias 23 de maio e 05 de junho de 2013.
Segundo os dados apresentados, do universo de 44 mil habitantes de Xanxerê mais de 3.700 xanxerenses acreditam na existência de Et’s ( seres extraterrestres).

A margem de segurança é de 95%, isso significa que se repetida a amostra usando a mesma metodologia, de cada 100 entrevistas, 95 estariam dentro da margem prevista. Com margem de erro de 4,590 pontos percentuais.

De acordo com a amostragem realizada os resultados obtidos foram os seguintes:

Pergunta: Você acredita na existência de Et’s?
Sim - 8,4%
Não - 80,0%
Não sabe, não opinou - 11,5%

O levantamento mostra que no bairro Santo Dias 27,3% disseram sim à pesquisa seguido pelo Vista Alegre 20%, São Romero 18,8% e São Pedro 17,6%. Os que menos acreditam são o Bairro Colatto e Veneza 5%, Esportes 5,3%, La Salle e Matinho 6,3% e o Centro, Castelo Branco, Vila União e Aparecida 6,7%.

E na pergunta: nos círculos de Ipuaçu você acredita que seja realidade feita por Et’s?
8,65% disseram que sim.

Para Ivo, essa informação é muito importante no que tange ao assunto e interesse das pessoas em se tratando do assunto Et’s ou discos voadores, pois a cada dia novas informações surgem no mundo todo sobre a existência sim de vida extraterrestre.

Segundo o ufólogo, é muita pretensão querer ser a única população que possa habitar um planeta neste vastíssimo universo. Estamos sim presos a este planeta em corpo físico, passamos nem 100 anos como certos expectadores dessa passagem terrena e queremos ser os donos do universo. Nem sequer temos reais condições de sair por aí andando pelo espaço, pois não temos ainda equipamentos que possam nos levar a um de nossos vizinhos: Marte, ou além nos anéis de Saturno, por exemplo.

Temos muitos casos ainda a serem tratados em estudo e um deles não pode deixar de ser Ipuaçu, onde marcas físicas aponta para um ponto em que algo ou alguém está atuando com seus equipamentos para moldar algumas formas nos trigais do município. Obra de Et’s? Pode ser sim. Deixam sua marca ou mensagem e nos dão a oportunidade de buscar esclarecimentos. Não aqueles que os incrédulos que sequer saem para buscar uma informação mais coerente, juntando fatos com a Inglaterra onde os círculos aparecem há mais de 30 anos.



Em se falando para acreditar ou não volta a lembrança a frase dita por Antônio Nelso Tasca, que foi abduzido, levado por uma nave em forma de ônibus, em meados de dezembro de 1983 que até o fim de seus dias afirmou: “não só creio na existência somente de discos voadores, mas também nos tripulantes desses objetos dos quais sou prova de que existem pois tive contato com uma extraterrestre que se identificou como sendo Cabalá, do Mundo de Agalí”. Tasca ainda deixou outro recado: “quem tiver dúvidas, deve buscar pelo menos informação, conhecimento para depois expressar sua opinião, pois quando souber a verdade quem hoje afirma não acreditar, pode mudar de opinião”.
A pesquisa é inédita e utiliza avançado programa de coleta android aplicado, por exigência do Instituto Méritus, que segundo Pandolfi é único no Brasil.
-------------------


OBS: POR FORÇA DE CONTRATO É PERMITIDA A VEICULAÇÃO DOS DADOS DESDE QUE SEJA PUBLICADA LOGOMARCA DO INSTITUTO E DO PATROCINADOR.

http://www.navajo.com.br/
Respeite os limites de Velocidade.