sexta-feira, 1 de novembro de 2013

...enterrado vivo...

...”assombrado pela pavorosa ideia de ter sido enterrado vivo”...

Um dos primeiros pensamentos do abduzido Antônio Nelso Tasca, ocorrido em 14 de dezembro de 1983.
O episódio ocorreu nas proximidades de Chapecó, SC, e completa em pouco mais de um mês 30 anos. Fato histórico da ufologia do oeste catarinense e do Brasil.
Antônio Nelso Tasca, quando concedeu sua última entrevista, em dezembro de 2006, esperava que seu caso ufológico fosse reconhecido pela comunidade de Chapecó , e na época aguardava inclusive algum evento na Capital do Oeste quando completariam 25 anos de sua abdução.
Mas, como na vida as surpresas podem ocorrer e em seu caso interrompeu essa ‘homenagem’ pois Tasca acabou falecendo em 2008, vítima de acidente de carro. Foi sepultado em Ronda Alta, RS.
Mas, esse ‘cara’ deixou grandes lições para quem o conheceu: enfático em suas palavras, atencioso, muito inteligente.
Pude sentir naquele momento, que esperava algum tipo de reconhecimento por ser também um emissário de uma mensagem de seres que escolheram a Terra para contribuir com sua evolução.
Os mensageiros do Mundo de Agalí, levaram Tasca ao interior do nosso planeta, num local, 180 metros abaixo do nível do mar, isso lhe foi informado, para ser o emissário de um recado alienígena.
Tantos outros habitantes do Planeta Terra são hora em vez escolhidos, predestinados ou como Tasca falou, incumbidos dessa missão antes mesmo de encarnar nesse Planeta.
Pensar que existe sim vida aqui e além, em outros mundos, planetas, estrelas e sóis, inclusive aqui no interior onde esses nossos “irmãos das estrelas” ou como se referiam e ainda acredito seja assim da parte de nativos principalmente americanos, ao se referir aos extraterrestres como: “povos das estrelas”.
Somos ainda tão temerosos quanto a uma possível invasão alienígena, que sequer conseguimos resolver o caos implantado neste orbe.
Vivemos duras realidades na questão de saúde, habitação, alimentação, fome, misérias e mortes através de guerras, tóxicos, acidentes e muito mais. O homem em muitos casos parou no tempo e acredita ser o dono do mundo.
Não somos donos nem do nosso próprio corpo, que foi emprestado por um Deus, que acerditamos ser generoso ao nos dar oportunidade de evoluir, e o que fazemos?
Damos vazão ao nosso ego, aquele espelho que reflete uma condição humana de que eu sou o que posso ser, pelo que apresento e tenho de material.
E quando a surpresa de um câncer ou outro ‘acidente’ ocorre por razões óbvias de nossas ações – nos desesperamos.
É hora sim de abrir os olhos para a dura realidade e acreditar naquela mensagem que o senhor Antônio Nelso Tasca trouxe daquele contato com uma extraterrestre que se identificou como Cabalá e definitivamente acreditar e entender que: “NÃO ESTAMOS SÓS”.

“Advertências da Mensageira Cabalá, do Mundo de Agalí, para todos os povos da Terra:”


Primeira edição do livro, ainda disponível
na Livraria das Faculdades, em Chapecó
“É preciso que sejam imediatamente desativadas as armas de guerra capazes de acabar com qualquer espécie de vida aqui existente. Além de toda a sua apavorante e mortífera devastação, uma guerra nuclear total colocará a Terra fora da sua rota celeste e causará graves distúrbios à vida de mundos vizinhos, alguns em dimensões que o homem terrestre ainda desconhece.

“É preciso que sejam abolidas as dominações políticas, econômicas e financeiras de nações sobre nações. O imperialismo contraria o direito de igualdade dos povos e se constitui numa nova e solerte modalidade de escravização.

“É preciso que sejam preservadas a essência da vida humana e as suas funções naturais de reprodução. Em estrelas próximas e noutras inatingíveis ao homem atual, a vida surgiu do sopro do Eterno-Espírito-Criador de todas as coisas – Deus -, razão pela qual não deve ser objeto de experiências imponderáveis, porque estas terminarão em desastre genético irreversível.

“É preciso que, dentro do mais rigoroso critério de justiça e moral, com vistas para a solução dos problemas sociais resultantes da prolificação humana desordenada, sejam instituídos órgãos que, por vias científicas naturais, planejem e executem programas de controle populacional e de melhoramento biológico do homem.

“É preciso que o homem conquiste outros mundos do Universo e ali encontre lugares adequados para as suas futuras emigrações e novas fontes de energia e subsistência. Mas antes deve conquistar o seu próprio mundo, desvendando-lhe os enigmas que ainda existem na terra, no mar e no ar; conservando-lhe os elementos naturais de vital importância, defendendo-o da sutil pirataria do exterior e curando-lhe as imperfeições humanas do corpo, da mente e do espírito.
www.navajo.com.br

“É preciso que, atendias estas exortações, a Humanidade esteja preparada para o período de extraordinários acontecimentos de que a Terra será palco, dentro de pouco tempo. Os grandes eventos serão prenunciados por estranhas manifestações telúricas e sinais celestes de magnífico esplendor e inquietante beleza.
Mestres da Suma Sabedoria tornarão a vir à Terra, renovarão ensinamentos maravilhosos e ajudarão a estabelecer nova sociedade política, Renascerá o Paraíso Terrestre, pleno de Luz e Amor. Então, através dos meios e energias ora sequer supostos, o homem conhecerá os côncavo-convexos dimensionais da Terra, viajará às profundezas do Universo e não sentirá as canseiras do tempo. E, como sublime conquista da capacidade criadora humana, será posta em ação a máquina do Poder Absoluto, engenho que, entre muitos prodígios, dará à Humanidade a visão mais feliz e assombrosa de toda a sua história: a ressurreição dos mortos na faixa dos 4 xis.”

(14 de Dezembro de 1983)


Saudade do amigo Tasca, nos dias em que se aproxima o evento que transformou sua vida.


---

Agroglifos em Ipuaçu

Acredito que a ufologia no Brasil passou a ter outro sentido após o surgimento dos agroglifos, aqui na vizinhança em Ipuaçu.
Gevaerd (UFO) e a comunidade ufológica nacional aguarda com expectativa algum sinal nos próximos dias inclusive com helicóptero a postos para registrar o fenômeno.