domingo, 31 de dezembro de 2017

2018 com a presença dos ET's

Alguns instantes para o ano novo, esperanças de um futuro melhor, são sempre os desejos para todos os familiares, amigos, colegas, que a saúde, a paz e o amor possa estar presente em cada um. Importante ter esperança, sábio prestar homenagem e votos de dias e horas melhores.
Andei pesquisando sobre nossos 'irmãos das estrelas', sobre os extraterrestres e o que andam fazendo, que tipo de comunicação utilizam e as tecnologias e meios que ainda desconhecemos neste planeta para aquele contatotão esperado.
Essa manifestação ocorre há milênios e a humanidade, em sua grande maioria sequer olha para o firmamento, pensa raramente no Criador e agradece, sabe-se lá quando pela oportunidade de habitar esse mundo físico. Então, esperar que esses 'caras' que estão aqui, lá fora, no interior da Terra nos auxiliando e querendo muito mais. Falta a verdadeira intenção do ser humano. Falta aquele querer, pois como já comentei em outras oportunidades, 'Eles' nos monitoram, acompanham e esperam atitudes, pensamentos elevados para que a comunicação ocorra. Dá para entender isso?
Hoje, 31 de dezembro de 2017 a maioria vive aquela expectativa e as vezes ilusória explosão de fogos vislumbrando atividades terrenas que levam muitas vezes a lugar nenhum. É tudo lindo, maravilhoso mas devemos nos ater ao espiritual também. Uma semana atrás quem em sua essência agradeceu a data do nascimento de alguém que, segundo conta a história, deu sua vida por toda a humanidade deste planeta. Simplesmente foi assassinado por trazer e confirmar que existe um Deus que nos dá oportunidade de habitar um planeta, construir uma história, bem como entender e aceitar que muitos planetas que conhecemos são habitados, mas que o ser humano, por suas intenções bélicas e de invasão, ficamos sem ter a certeza material de que são habitados. Aquela prova física, cidades, naves etc, nossa tecnologoa engatinha se comparada ao que está lá fora.
Aliás, que presente você ganhou ou se concedeu no natal? Um celular novo, algo similar... é isso aí, as tecnologias terrenas contribuindo para que se permaneça alimentando o ego e dispor do que muitas vezes não sera necessário. Enfim, voltando ao tema dos nossos irmãos estelares, habitantes cósmicos, é sim valioso agradecer por termos certeza de que existem e querem o nosso bem, buscam iluminar com a nossa 'luz', pontos no planeta onde o despertar está ocorrendo.
Se Jesus em toda sua humildade e conhgecimento nos deixou um legado, vamos seguir adiante pois nossa história, nosso amanhã pode ser modificado e no aguardo da presença constante desses seresque se fosse por eles, já estariam circulando tranquilamente entre nós.
Feliz 2018, um perído que marca 35 anos de um contato ocorrido em Chapecó e nos mostra que seguir e mudar, se houver nessidade, vale a pena.
Vamos pensar na comunicação pelos agroglifos. São formas inteligentes de contato para quem caminha em direção ao seu interior.